Descubra quais são os melhores lugares para procurar um estágio

shutterstock_252366133

Como universitário, você já deve ter percebido que é muito importante fazer um estágio durante o curso. Além da ajuda financeira o estágio é obrigatório para a formação do aluno em muitos cursos universitários. Isso porque o estágio é uma forma de adquirir experiências práticas ao longo da graduação. Sendo uma ótima oportunidade para aprender mais sobre o mercado de trabalho, acompanhar a rotina e amadurecer profissionalmente. Entretanto, muitos jovens costumam encontrar dificuldades para conseguir vagas apropriadas na sua área. Você está nessa situação também? Na maioria das vezes esse dilema pode facilmente resolvido se você procurar um estágio no lugar certo.

E quais são esses lugares? Temos algumas sugestões para você:

1- Centro de estágios da universidade

A grande maioria das faculdades e universidades possuem uma central de estágios, em que o aluno pode encontrar auxílio com os profissionais do departamento. As centrais de estágios disponibilizam vagas e outras oportunidades profissionais de acordo com o seu cursos. Além, do auxilio com preenchimento de currículos, burocracias, contratos e outras informações. Procure no seu campus a central de estágio.

2- Professores

Já parou para pensar que os seus professores podem ser uma boa fonte de informações sobre vagas de emprego? Isso porque muitos deles, além de serem professores, também atuam no mercado de trabalho. Converse com seus professores sobre uma possível vaga e mostre interesse. Uma indicação deles vale muito!

3- Sites especializados 

Para agilizar a entrega dos currículos muitos sites especializados em vagas buscam aproximar a empresa e recrutadores com os candidatos através das plataformas online. O que é muito conveniente. Ao invés de fazer buscas desnecessárias, basta acessar um site de confiança, cadastrar seu perfil e enviar o currículo. O processo fica por conta da plataforma. Veja aqui os 10 melhores sites de anúncios com vagas de emprego. 

4- Rede de contatos

Uma rede de contatos bem construída é um passo importante, não só para encontrar um estágio como também para ter uma carreira de sucesso. Por isso, mantenha uma boa imagem pessoal dentro da universidade. Mostre interesse nas aulas, procure melhorar suas botas e participe de atividades extracurriculares. Mantenha contato com os alunos, professores e coordenadores. Converse com eles, troque ideias, fale sobre seus planos e mostre interesse em trabalhar. Estabelecer uma rede de contatos leva um certo tempo, mas é muito importante e costuma render bons frutos.

5- Redes sociais 

Redes sociais não servem só para dar uma olhada no que seus amigos estão compartilhando. Diversas empresas e organizações divulgam vagas de estágio pelo LinkedIn, Facebook e Twitter. Comece a seguir os perfis das empresas de seu interesse e fique de olho nas publicações. Além disso, você também pode usar as redes sociais parar encontrar pessoas que possam ajudá-lo nessa busca por estágio através de recomendações.

 

Filmes inspiradores para quem está querendo empreender em um novo negócio

shutterstock_184981157

Os filmes não servem apenas para entreter, muitos deles são uma grande motivação e fonte de ideias para o espectador. Muitos deles trazem mensagens que podem ser aproveitadas por empreendedores em busca de motivação. Empreender é um desafio que requer muita força de vontade e persistência. Para dar uma força aos futuros empreendedores selecionamos alguns títulos de filmes baseados em fatos reais com mensagens muito importantes e relevantes para quem está no processo de criar uma empresa.

Olha só!

1- À Procura da Felicidade

Baseado em uma história real, À Procura da Felicidade conta a história de Chris Gardner que enfrenta muitas dificuldades financeiras, vendendo aparelhos médicos que ninguém quer comprar por serem muito caros. Gardner torna-se obstinado pela sobrevivência e sustento de sua família. Ele consegue uma vaga de estagiário numa importante corretora de ações, mas não recebe remuneração pelos serviços prestados, porém, persiste, pois acredita que poderá ser futuramente contratado. A mulher o abandona e ele é obrigado a tomar conta sozinho do filho de apenas cinco anos de idade, além de acabar ir morando na rua. Em meio a tantos problemas ele não desiste dos seus sonhos e encontra uma forma de tornar-los em realidade.

Esse filme é a dose necessária de coragem que um empreendedor precisa ter para começar um negócio. A mensagem é clara, desistir não é uma opção!

filme-a-procura-da-felicidade

2- Joy: O Nome do Sucesso 

Inspirado em uma história real, o filme mostra a emocionante jornada de uma mulher que é extremamente determinada a manter sua família unida em face da aparentemente insuperável probabilidade. Motivada pela necessidade, engenhosidade e pelo sonho de uma vida, Joy triunfa como a fundadora e matriarca de um bilionário império, transformando sua vida e a de sua família. 

Esse filme mostra como as ideias são importantes para um empreendedor. É preciso dedicar-se à criação e aperfeiçoamento dos produtos e serviços do empreendimento.

joy-uk-quad-teaser-poster-jennifer-lawrence-slice

3- Walt Antes do Mickey

Baseado na história real de Walt Disney esse filme mostra o trajeto do grande animador que decidiu ter uma empresa própria, que lhe permitisse trabalhar no que gostasse. Só que o processo não é fácil, durante muito tempo ele enfrenta diversos obstáculos até ter a grande ideia de sua vida: um pequeno rato chamado Mickey Mouse.

A grande lição desse filme é sobre ter determinação e sempre buscar novas ideias. Um dia, a grande ideia, aquela que vai mudar a sua vida, vai aparecer.

walt-before-disney

4- O Homem Que Mudou o Jogo

Baseado numa história real, esse filme narra a trajetória de Billy Beane, o gerente geral do time Oakland A’s e o responsável pela montagem da equipe. Forçado a reinventar sua equipe com um orçamento apertado, Beane terá que ser mais esperto que os clubes mais ricos. A equipe que antigamente contava com atletas estudantes da Ivy League, faz uma parceria improvável, recrutando jogadores e barganhando com rejeitados, todos eles com uma mínima habilidade para chegar à base, marcar pontos e ganhar jogos. Beane desafia as tradições da velha escola e faz uma revolução nos campos.

Ao abrir uma empresa é importante estar atento ao orçamento, que costuma ser apertado. Essa história vai te inspirar a buscar alternativas pouco comuns para chegar ao sucesso sem gastar demais.

o-homem-que-mudou-o-jogo

Engenharia Agronômica: Saiba mais sobre o curso, salário e mercado de trabalho.

agronomia

O engenheiros agrônomo é o profissional responsável por todo o processo de planejamento, orientação e execução dos trabalhos relacionados à produção agropecuária, alimentos de origem animal e vegetal, sua liberação de acordo com as normas sanitárias para a comercialização e consumo, além da manutenção e conservação do meio ambiente.

A Engenharia Agronômica é uma profissão que tem passado por uma valorização e expansão nos últimos anos. O Brasil é uma grande força mundial na produção agrícola e de rebanhos. São milhares de produtores aquecendo a economia brasileira e movimentando bilhões de reais. Em 2015 o Produto Interno Bruto (PIB) do setor cresceu 1,8%, em relação a 2014.  Segundo o coordenador-geral de Estudos e Análises do Ministério da Agricultura, José Gasques, a média anual de crescimento do PIB agropecuário, nos últimos 19 anos, tem sido de 3,6%. Para um ano de crise econômica o percentual de 1,8% é motivo de comemoração!

Todo esse potencial no mercado agronômico é uma grande oportunidade para o profissional da área de agronegócios. Com o crescimento das exigências de qualidade e controle dos produtos no mercado internacional e nacional, ter um engenheiro agronômico envolvimento nos projetos e na produção é indispensável para o sucesso e segurança das empresas no setor.

O que o engenheiro agronômico faz?

agrônomo utiliza seus conhecimentos para planejar e supervisionar a aplicação de princípios e processos básicos da produção agrícola, combinando conhecimentos de biologia, química e física, aos estudos específicos sobre o solo, clima, culturas e rebanhos, envolvendo um campo bem diversificado. Por exemplo, ele estuda e aplica os melhores métodos de adubação para o solo e quais são as melhores opções de produtos para o controle de pragas. Opera também com zootecnia, lidando com a criação de animais ligando o cuidado da saúde, alimentação, vacinação e manejo da criação. Também pode fazer ações para a recuperação da terra e torna-la mais fértil para produzir uma safra com mais qualidade. Há muitos outros exemplos, essa é uma área bem vasta.

As principais especialidades são:

Defesa sanitária: Prevenção de doenças da lavoura e combate às pragas;

Engenharia rural: Supervisão da construção de instalações rurais, como nivelamento do solo, sistemas de irrigação e drenagem;

Fitotecnia: controla o uso de sementes, adubos e agrotóxicos, além da prevenção de doenças e pragas;

Agribusiness: pesquisa e orienta o uso de fertilizantes, agrotóxicos e rações. Acompanha a safra desde o plantio até a venda;

Agroecologia: pesquisa meios de conservar e aumentar a fertilidade dos solos e zelar pela utilização racional da terra, água, flora e fauna;

Zootecnia: cuida da saúde, alimentação, reprodução e adaptação ao meio do rebanho.

shutterstock_380237323

Onde atua? 

Você gosta de trabalhar ao ar livre? Então, essa é a profissão perfeita! De maneira geral o ambiente de trabalho de um engenheiro agronômico é no campo, mas não é obrigatório. Muito profissionais se estabelecem em escritórios gerindo ou assessorando agronegócios, ou em empresas privadas, órgãos governamentais ou, ainda atuando em processos de pesquisa.

Quais as principais características para ser um engenheiro agronômico?

Para exercer essa profissão é preciso ter um perfil curioso, gostar de atividades ao ar livre e que requeiram contato com a terra, animais e a produção agrônoma em geral. Sentir-se atraído pelo mundo rural é muito importante. Também é necessário gostar de matemática e tecnologia. Ter disposição para acompanhar as diversas áreas de atuação, podendo atuar em fazendas e cooperativas, como também em empresas, indústrias e instituições financeiras. A criatividade, curiosidade e comunicação são importantes para a decisão e criação de novos projetos, além da organização e concentração para manter e colocar em práticas as atividades.

O curso no UNASP

O curso de Agronomia dura 10 semestres e possibilita a formação profissional com as competências e habilidades de:

– Projetar, empreender, coordenar, analisar, fiscalizar, assessorar, supervisionar e especificar técnica e economicamente projetos agroindustriais e do agronegócio, aplicando padrões, medidas e controle de qualidade;

– Realizar vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos e pareceres técnicos, com condutas, atitudes e responsabilidade técnica e social, respeitando a fauna e a flora e promovendo a conservação e/ou recuperação da qualidade do solo, do ar e da água, com uso de tecnologias integradas e sustentáveis do ambiente;

– Atuar na organização e gerenciamento empresarial e comunitário interagindo e influenciando nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais;

– Gerar tecnologia, condições para implementar, produzir, conservar e comercializar alimentos, fibras e outros produtos agropecuários de modo a preservar os recursos naturais;

– Participar e atuar em todos os segmentos das cadeias produtivas do agronegócio;

– Exercer atividades de docência, pesquisa e extensão no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão;

– Enfrentar os desafios das rápidas transformações da sociedade, do mundo, do trabalho, adaptando-se às situações novas e emergentes.

– Compreender as variáveis envolvidas nos sistemas de produção agrícola, que vai da produção familiar à produção não familiar, e contemplar diferentes finalidades quanto à produção que se quer obter e como ela vai ser utilizada;

– Diagnosticar problemas e propor soluções, com auxílio da pesquisa científica, considerando a realidade sócio-econômica e ambiental dos produtores e do espaço analisado;

– Tomar iniciativa técnica e administrativa nas diferentes formas de organização, solucionando dúvidas e problemas do exercício profissional;

– Participar de trabalho em equipe, valorizar a atuação multidisciplinar, capacitando-se para exercer liderança e colaboração com outros profissionais e equipes, ensejando a superação de conflitos;

– Acessar e interpretar informações técnicas e expressar-se de maneira adequada;

– Atuar como gerador e difusor de informações e novas tecnologias, considerando igualmente processos de adequação destas, de modo que beneficiem o conjunto da sociedade;

– Conhecer, criticar, fazer propostas e atuar, posicionando-se em relação às políticas públicas no campo do espaço agrícola e ambiental;

– Posicionar-se em relação aos grandes temas agrícolas e ambientais da realidade brasileira e afetos à profissão de Engenheiro Agrônomo.

Salário do profissional

Salário médio: R$ 6.276
Mínimo declarado: R$ 2.000
Máximo declarado: R$ 13 mil

Quer saber mais?
Acesse o nosso site e saiba mais sobre a profissão e a grade curricular do curso e de Engenharia Agronômica do UNASP. 

10 ideias ideias criativas de currículos que irão conquistar seu futuro chefe.

O currículo é uma peça muito importante na hora de buscar um novo emprego. Através dele o seu futuro chefe conhecerá suas habilidades, estudos, experiências profissionais e seu perfil, tanto profissional quanto pessoal. Seu currículo pode dizer muito sobre você!  Ter um currículo criativo e inovador pode aumentar as suas chances em uma entrevista. Claro, um bom currículo não basta, na hora de conquistar o chefe uma boa conversa e experiência também contam, mas não custa nada começar com uma ótima impressão.

Nesse post selecionamos currículos que podem servir de inspiração para você montar ou aperfeiçoar o seu.

Confira só!

1- Currículo em formato de embalagem 

46388019653503-562de06877ddb

0769bb19653503-562de06881608

8a00fb19653503-562de07b69d4c

7eaa4219653503-562de07d70523

2- Currículo em desenho

4dc27c34171533-56c732d335af8

4bd09d34171533-56c7326c0b48f

3- Currículo compacto

6abfb211989057-5627d012c1811

6dff3411989057-5627cda4bb4e0

9ad89c11989057-5627f34527c1e

9e752d11989057-5627cfc14c8ed

4- Currículo em gráficos

74137213691451-56276e3135c50

a8e7e713691451-56276e435e854

d6ee3113691451-56276f88e0e4a

5- Currículo minimalista 

7c7a5c26611697-56357da5aa816-3

6- Currículo em camadas 

21186940761929-578ca6ed837e6

48b2ec40761929-578ca6ed8320d

816a8a40761929-578ca6ed83fdc

7- Currículo passaporte

433e1741515259-5606fca8199d8

c37b1741515275-560700549695f

87c6ab41515283-5606fd9abb5d8

97cfc641515303-5606fddd49f66

8- Mini currículo

fa1c4b27307181-5636ae72c456c

e3628527307181-5636ae98203f3

1a952427307181-5636ae784ac10

9- Currículo dobradura

1492c320166607-562e6a677e2e6

41228220166607-562e6a675f8eb

a691aa20166607-562e6a67639a9

10- Currículo capa de revista

f938e622922885-575f1baff0689


 

Você gosta de praticar o seu lado criativo e sonha trabalhar nessa área? Então, conheça os nossos cursos de comunicação e venha para o times dos criativos!! 😀

Conheça os 10 melhores sites com anúncios de vagas de emprego

shutterstock_229059250

Buscar um emprego pode ser uma atividade bem desgastante: enviar o currículo para as empresas, esperar o retorno do RH, fazer entrevistas e concorrer com outros candidatos é um processo às vezes demorado e estressante. Para agilizar a entrega dos currículos muitos sites especializados em vagas buscam aproximar a empresa e recrutadores com os candidatos através das plataformas online. O que é muito conveniente. Ao invés de fazer buscas desnecessárias, basta acessar um site de confiança, cadastrar seu perfil e enviar o currículo. O processo fica por conta da plataforma.

Veja alguns dos melhores sites para conquistar a tão sonhada vaga.

1) VAGAS.com.br

O VAGAS.com.br é um dos portais mais famosos e completos de e-recruitment no Brasil. O mais legal é que o serviço é totalmente gratuito. Você só precisa cadastrar seu currículo para que as empresas que utilizam o site possam ter acesso a ele. Além disso, você terá acesso a várias informações sobre as empresas e as vagas disponíveis.

2) Catho

A Catho é uma das mais tradicionais redes de busca de empregos do Brasil. São 27.994 empresas anunciando vagas através do site, o que dá aproximadamente 1,8 milhões de vagas publicadas por ano! Através do buscador você pode filtrar as vagas de acordo com o seu interesse, escolhendo estados, cidades e tipos de trabalho. Além disso, a Catho oferece um serviço de apoio ao candidato com auxílio para a elaboração do currículo e simulações de entrevistas de emprego. Só tem um detalhe, o serviço é pago.

3) LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social específica para fazer contatos profissionais. Ao criar um perfil na plataforma é possível não só cadastrar o currículo, mas também participar de grupos, ampliar sua rede de contatos e receber notificações de vagas compatíveis com seu perfil.

4) Sine

Antigamente as pessoas procuravam vagas de emprego pelo jornal. Na página de classificados era possível encontrar não só uma vaga de emprego como também anúncios de vendas de casas e outros produtos. Hoje em dia o jornal já não é tão usado, mas nem por isso os classificados perderam a sua graça. O Sine é site que tem uma interface que lembra a velha página de classificados. São pequenas notas amarelas com diversas vagas. Você pode fazer a busca por função, cidade ou estado. Ainda é possível cadastrar um currículo e até criar um anúncio.

5) Curriculum

O Curriculum é portal de empregos que oferece não somente vagas, mas também serviços para ajudar o candidato a conseguir a tão sonhado emprego. O Consultor Virtual é um serviço que acompanha o desempenho de um currículo e orienta o candidato para aumentar as chances de contratação. Há também cursos à distância que o candidato pode fazer, como línguas e gestão de pessoas.

6) Empregos.com.br

Mais de 160 mil empresas usam o Empregos.com.br para selecionar candidatos. Ao se cadastrar no site você passa a seguir as empresas para receber vagas e informações exclusivas no momento em que elas são atualizadas. Você envia seu currículo para as empresas do seu interesse, e quando as empresas visualizam seu currículo, essa informação fica gravada para consulta. Dessa maneira, você pode saber quando seu currículo foi visto e por qual empresa e, assim, medir o seu desempenho. Sabendo qual empresa se interessou por você, fica mais fácil identificar as boas oportunidades.

7) Mudes

Mudes é um site específico para estudantes que buscam oportunidades de estágio ou trainee. Ele é dividido em três canais: Estudante, Escola e Empresa. Interligando os alunos e instituições de ensino com as empresas que buscam jovens profissionais.

8) Zap Empregos

O ZAP é um conhecido portal de classificados da internet brasileira. Ele reúne em um só lugar pessoas interessadas em comprar, vender, alugar produtos e serviços. Além de também ter uma opção para vagas de emprego. O diferencial desse site é o Canal RH, que é uma área dedicada para dicas e artigos produzidos pelo portal para ajudar você a conseguir um trabalho, avançar na carreira e tornar-se um profissional desejado.

9) Manager

O Manager é um site especializado em vagas para carreiras gerenciais, focado em Administração, Indústria, Comercial, Logística e Atendimento. Você é dessa área? Então, esse é o site perfeito! Ao invés de buscar vagas em diversas sites vá direto na fonte.

10) Monster

O Monster é dos maiores sites de emprego do mundo, ideal para quem está procurando um emprego fora do Brasil. Com milhares de vagas nos principais países da Europa, América do Norte, Ásia e Oriente Médio.

Descubra a diferenças entre um emprego e uma carreira

shutterstock_373686505

Para diferenciar trabalho de carreira, afaste-se da situação e pense no todo. Um trabalho é algo mais definido, uma tarefa a ser completada. Ao identificar um trabalho, você deve ser capaz de achar um começo, um meio e um fim. Uma carreira, por outro lado, tem uma forma mais solta. Ela tem um começo, mas que caminhos ela segue é uma surpresa. Uma carreira pode acabar num lugar completamente diferente de onde ela começou. Ou seja: um emprego é algo pontualUma carreira é o acumulo de vários empregos, eventos e mudanças na nossa vida.

Leia também:

> 5 Palestras Inspiradoras do TED, para você assistir hoje!

> Saiba Como Alavancar Seus Estudos e Carreira, Fazendo Cursos de Extensão.

> 5 Leituras Para Melhorar Seu Desempenho Profissional.

Na corrida para ser o melhor, é fácil perder de vista a sua carreira e focar apenas no seu trabalho. Achar um trabalho, continuar com o trabalho, trabalhar no trabalho, ficar acordado até tarde pelo trabalho e etc. Quando na verdade nosso foco deveria ser como esse trabalho contribui para a sua carreira e seus objetivosUm trabalho não é uma definição. Um trabalho é uma tarefa. Pode durar muito ou pouco tempo, mas ele sempre tem um começo, meio e fim. Com o tempo, nossos trabalhos acabaram tomando a função de nos definir e definir o que nós conquistamos. Quando nós conhecemos alguém novo, a conversa sempre chega eventualmente em “O que você faz?” e nós respondemos com o nosso trabalho atual. Por mais que seja fácil dizer que você trabalha para tal empresa na posição tal há dado número de anos, pense se outra resposta nãos seria mais correta e interessante. Porque o que você é não é o que você está fazendo, mas o que você fez e faz. E isso não são só empregos. O artesanato nas suas horas livres, o trabalho voluntário de sábado, essas coisas também são o que você faz. Onde você esteve, onde você está, para onde você quer ir. Isso é o quadro completo. Se você quer parar de ser definido pelo seu trabalho, pare de falar sobre ele como se isso o definisse. Nossa carreira é nosso caminho. Carreiras e trabalhos tem uma relação bem simbiótica, você não tem um sem o outro. Empregos são as oportunidades que definem nossas carreiras, deixando que nós tentemos coisas, com sucesso ou não, e aprender com essas experiências. Carreiras são as coleções de oportunidades e a criação de uma narrativa, de um caminho.

A partir desse caminho é possível focar nas questões que vão além do nosso trabalho como:

1. Onde você quer chegar?

2. O que você quer atingir?

3. De que trabalhos você gostou e quer fazer mais vezes?

4. Como posso melhorar como pessoa a partir do meu trabalho?

5. Por que estou fazendo isso?

Mesmo que seja normal passar por vários trabalhos enquanto crescemos como profissionais, nós sempre precisamos estar alertas do caminho que está sendo traçado. Principalmente: ter certeza de que esse caminho nos levará para onde queremos ir.

ONDE OS DOIS SE UNEM

Se todo dia você está chegando em casa do seu trabalho estressado, nada animado pelo que está por vir e sentindo-se exausto o tempo todo, isso significa que você não está no caminho certo. Isso significa que você deveria se demitir? Depende. Ele adiciona algo na sua carreira que você não poderia conseguir em outro lugar? Se a resposta for não, então talvez seja hora de mudar de emprego. Se a resposta for sim, mantenha essa razão na sua mente nos momentos mais frustrantes e se as perdas não compensarem os ganhos, passe para a próxima. Quando nós não temos uma meta as mudanças de trabalho podem parecer sem sentido, e talvez elas sejam. Lembre-se: a sua carreira é sua responsabilidade.Se você está num trabalho e não sabe qual será o seu próximo passo, seu plano de carreira e onde você quer ir, você precisa parar e fazer isso agora. Comece fazendo planos simples, pense se o que você quer fazer a seguir se conecta com o que você faz agora. Se não existe conexão entre as duas realidades, planeje maneiras de conectá-las. Quebre o círculo de pensamento de que carreiras e trabalhos são a mesma coisa e comece a planejar o futuro.

 

Fonte: Universia Brasil

Acordar às 5 da manhã pode ser o segredo para o sucesso e produtividade

early-wake-up

Você já parou para pensar o quão poderoso pode ser o intervalo das 5 às 8 da manhã?

O que você está fazendo nesse período? Provavelmente dormindo. Poucas pessoas possuem o hábito de acordar às 5:00 da manhã por livre e espontânea vontade, mas saiba que é exatamente nesse horário que as pessoas mais bem sucedidas do mundo levantam. Pessoas como Tim Cook (CEO da Apple), Richard Branson (da Virgin), Robert Iger (da Disney) e Howard Schultz (do Starbucks).

Sabemos que não é convidativo, e muito menos fácil, acordar tão cedo. Mas os benefícios são muitos, e se colocarmos na balança e analisarmos o resultado,  é unanime: acortar às 5 da manhã pode ser a melhor prática a se adotar.

Quando você acorda cedo a sensação de estar atrasado é mínima. O dia começa mais desacelerado. Você pode aproveitar as primeiras horas da manhã para fazer atividades físicas, iniciar ou terminar algum projeto pessoal antes ir para o trabalho, e até quem sabe finalizar alguma atividade da faculdade ou pós.

Quando todo mundo estiver levantado para o trabalho você já estará preparado(a) para as próximas atividades, o que te dará uma vantagem grande.

Pare para pensar na sua rotina matinal. Você acordar sempre atrasado(a)? Não tem tempo para fazer o desjejum com calma ou para praticar exercícios físicos? Essa é a realidade da maioria de nós! É muito comum não sermos produtivos logo de manhã por causa do horário que levantamos. Acordar às 5 da manhã pode ser uma boa chance para você colocar algumas prioridades em ação.

Se você conseguir dedicar as primeiras horas do dia para seu crescimento pessoal, sua produtividade dará um salto enorme! Desligue o celular, não entre em redes sociais e não ligue a TV. Reserve esse tempo para fazer coisas que te dão prazer.

Um estudo publicado na NCBI – National Center for Biotechnology Information – mostrou que pessoas com hábitos noturnos são três vezes mais propensas a ter depressão comparadas àquelas com hábitos diurnos. De acordo com a pesquisa quem dorme e acorda tarde tende a ter mais pensamentos negativos e preocupações. Segundo esse estudo isso gera uma baixa na auto confiança e a pessoa vai dormir sem a sensação de dever comprido, sem o sentimento de satisfação, o que abala a sensação de felicidade.

Os estudos mostraram que quem acorda cedo consegue potencializar seu desempenho ao longo dia, o que gera mais satisfação na hora de dormir, mais motivação para fazer o mesmo no dia seguinte e mais felicidade de modo geral.

Richard Branson, o fundador do grupo Virgin e um dos maiores empresários do mundo disse: “Nós não acordamos às 5am porque temos muito trabalho para fazer, ou porque queremos falar para as pessoas quão ‘hard-working’ nós somos (…) é sobre fazer tudo dando o seu máximo para o seu negócio ser bem sucedido; e se isso significa que você tem que acordar num horário incomum para a maioria, então é provável que você comece a gostar do nascer do sol”.

 Acordar cedo é a ter vontade de viver e aproveitar ao máximo do seu dia.  

Acordar às 5 da manhã não é exagero ou tipo de radicalismo, é apenas uma nova maneira de encarar sua rotina. Significa aproveitar melhor as horas do seu dia para crescer no trabalho, nos estudos, nos projetos pessoais, e principalmente, crescer internamente.

Por isso, é uma boa ideia pelo menos tentar acordar mais cedo todos os dias.

Sabemos que as rotinas e as realidades são diferentes. Nem sempre é possível acordar tão cedo, seja por causa do trabalho ou estudos, que vão até tarde da noite o que torna tudo ainda mais estressante. Não faz sentido nenhum ir dormir à 01:00 e esperar acordar mais cedo.

Portanto avalie a sua vida e rotina antes de encarar o desafio! E se a ideia despertou seu interesse baixe o App Five Club, ele pode te ajudar a colocar essa meta em prática.

 

Fontes: Tudo pela Arte e Zamparoni

 

6 cursos online e grátis do Google para você fazer agora!

google_mobilegeddon

Tem interesse pelo universo digital e gostaria de se especializar em temas relacionados aos negócios e funcionamento da web? O Google pode te ajudar! Os cursos online oferecidos pela empresa foram desenvolvimentos na Espanha e estão disponíveis para qualquer pessoa, basta acesso ter à internet e um (o que talvez complique um pouco) conhecimento prévio da língua espanhola.

Para acessar os cursos é muito fácil, basta se inscrever diretamente no site. No final de cada curso, a plataforma emite um certificado endossado por instituições de ensino da Espanha. Veja só as opções!

1- Marketing Digital

Descubra quais são as ferramentas básicas de marketing digital para melhorar o seu perfil profissional. O curso inclui conteúdo dos fundamentos da tecnologia e mundo digital, SEO, SEM, e-commerce, marketing de mídia social e dispositivos móveis, web analytics e empreendedorismo.

Duração: 40 horas.

2- Web Analytics

Com este curso livre você vai aprender a interpretar e analisar o tráfego de dados em seu site. Descubra quais são os conteúdos mais visitado e desperta interesse entre os seus usuários ou clientes.

Duração: 40 horas.

3- Comércio eletrônico

Transforme um negócio tradicional em um negócio on-line! Descubra como comprar e vender produtos e serviços online, quebrando fronteiras e alcançando novos clientes.

Duração: 40 horas.

4- Desenvolvimento web

Com este curso gratuito você se tornará praticamente um web design profissional. Na primeira parte do curso você aprenderá como o Web nasceu e como ele se tornou o que é hoje. E aprenderá a programar usando HTML5.

Duração: 40 horas.

5- Produtividade pessoal

Saiba mais sobre as ferramentas e processos que ajudarão você a ser mais produtivo no trabalho ou ao desenvolver um projeto. Você vai aprender aspectos relacionados com a gestão do tempo, marca pessoal, a reputação online, geração de ideias, etc.

Duração: 40 horas.

6- Empreendedorismo

Você tem um projeto e não sabe por onde começar? Este curso pode ajudar! O Google vai te apresentar ao mundo do empreendedorismo de uma maneira divertida, enquanto você descobre como transformar suas ideias em realidade.

E aí, qual você vai escolher?

5 Palestras inspiradoras do TED para você assistir hoje!

headline

Fundada em 1984, a fundação sem fins lucrativos TED realiza conferências ao redor do mundo com o objetivo de difundir ideias e descobertas sobre tecnologia, entretenimento, design, sustentabilidade e estilo de vida. Dedicada à difusão de ideias, geralmente palestras curtas e poderosas a fundação TED hoje abrange quase todos os temas – da ciência, empresa e questões globais – em mais de 100 línguas partilhando ideias em comunidades ao redor do mundo. E como a ideia principal do TED é disseminar boas ideias, separamos 10 palestras que nos enche de inspiração para compartilhar com vocês também. Esperamos que vocês gostem!

1- Brené Brown: O poder da vulnerabilidade

Brené Brown, professora da Universidade de Huston, nos EUA, estuda há 10 anos temas como coragem, autenticidade, vergonha e empatia. Em sua palestra a pesquisadora fala sobre sua trajetória e sobre a importância de aceitar a própria vulnerabilidade e como isso pode trazer grande benefícios.

2- Angela Lee Duckworth: A chave para o sucesso? Determinação

Angela Lee Duckworth abandonou sua carreira muito bem-sucedida em consultoria e optou por um emprego de professora de matemática para alunos da sétima série de uma escola pública de Nova York. Ela rapidamente percebeu que o QI não foi a única coisa que separou os alunos de serem bem sucedidos. Nessa palestra ela explica sua teoria da “grit”.Quanto maior a determinação, mais bem-sucedido você será. A chave para o sucesso é encontrar a sua verdadeira paixão e propósito na vida, assim, você realmente irá se dedicar.


3- David Marquet: Como grandes líderes servem aos outros. 

Já ouviu falar que um líder não é aquela pessoa que apenas dá ordens, mas sim aquele que motiva sua equipe?
Quando um líder abre mão do controle, há um maior espaço para que os integrantes de sua equipe sejam inovadores e engajados. Essa é a proposta de David Marquet. Para ele, tornar-se mais poderoso significa deixar de lado a ideia de que você já sabe de tudo e dar oportunidade para aprender e crescer com os outros.

4- Elizabeth Gilbert: Alimentando a criatividade

Elizabeth Gilbert, autora do best-seller “Comer, Rezar, Amar”,  reflete nessa palestra sobre as coisas impossíveis que esperamos dos artistas e gênios – e divide conosco a ideia radical de que, em vez dessas pessoas raras “serem” gênios, todos nós deveriamos “ter” um gênio. É um relato muito pessoal, bem humorado e surprendentemente emocionante.

5- Dan Gilbert – Por que somos felizes?

Já parou para pensar no que te faz feliz? Dan Gilbert, autor de “Stumbling on Happiness” (Tropeçando na Felicidade), contesta a ideia de que seremos infelizes se não tivermos o que queremos. O que acontece quando não conquistamos algo que queríamos muito, ou perdemos aquilo que  lutamos conquistar? É possível ser feliz mesmo quando nada parece estar dando certo? Para mais respostas dê play no vídeo abaixo.

 

 

Você também pode gostar:

– 7 métodos comprovados pela ciência para você ser mais feliz. 

– Passei Direto, a rede social que vai facilitar sua vida de universitário.

– 9 Lições que aprendemos com os filmes de animação. 

Como planejar o primeiro negócio?

large_shutterstock_163229387
Como fazer o planejamento do meu primeiro negócio?
Escrito por David Kallás, especialista em empreendedorismo

Uma das dúvidas mais frequentes de empreendedores de primeira viagem é se vale ou não a pena investir tempo em um processo de planejamento estratégico. Afinal de contas, como planejar sem uma base histórica de dados? Por que planejar, se o mundo é imprevisível e o contexto do negócio muda a cada momento? E se aparecer alguma oportunidade que possa colocar o negócio de ponta-cabeça? Ainda assim vale a pena fazer um planejamento?

A resposta é: sim. Porém, é importante que o empreendedor tenha uma consciência diferente da tradicional ao lidar com o planejamento. Primeiro, não se deve acreditar que exista uma bola de cristal, por mais sofisticado o método estatístico de previsão de demanda ou por mais elaborado o estudo setorial que se tenha em mãos.

Segundo, deve-se estar atento que o processo de planejamento é tão ou mais importante que o documento gerado por ele. Muitas vezes, a peça final (o plano) não contém a riqueza das análises e discussões geradas durante o processo. Fazer um planejamento estratégico traz um aprendizado valioso ao empreendedor, seja sobre o mercado que atua, sobre a empresa ou sobre si mesmo.

Dito isso, quais os passos de um planejamento? Tudo começa pelos fundamentos estratégicos: a clara definição do negócio (missão), propósito, visão de futuro e valores. Em seguida, é necessário avaliar o contexto externo, identificando tendências políticas, econômicas, sociais, tecnológicas e em outras dimensões que podem ser oportunidades ou ameaças para a empresa.

Ainda no contexto externo, deve-se também analisar as condições setoriais que representam os maiores desafios, como poder de fornecedores e clientes, ameaças de novos entrantes, substitutos e a concorrência.

Em seguida, o olhar deve ser direcionado para dentro, analisando os pontos fortes e fracos da empresa, seus processos, recursos e o próprio modelo de negócio. Após essa fase de análise, chega a hora de escolher a estratégia, por meio da escolha e priorização das principais ações a serem tomadas nos próximos meses ou anos.

Essas ações devem ser derivadas da combinação de pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças (a famosa análise SWOT). Esse é o momento crucial, pois normalmente é aqui que as empresas costumam se propor a realizar mais do que realmente conseguem. É o momento da escolha em si, deixando para trás (ou para depois) alguns projetos importantes.

Finalmente, as ações devem ser muito bem definidas e devem ser escolhidos os poucos e vitais indicadores de desempenho que servirão para medir os resultados e fazer ajustes, caso necessário.

A principal dica prática para o empreendedor é: mantenha a simplicidade. O plano deve ser resumido, direto e objetivo. Uma vez pronto, ele deve servir como uma referência para a jornada. Use-o para comparar o planejado com a realidade, para aprender e mudar o curso das ações se assim for necessário. Parafraseando a famosa frase “it is the trail, not the rail”, vale a pena dizer que “é a trilha, e não o trilho”.

David Kallás é professor de empreendedorismo dos cursos Certificates do Insper.

fonte: exame