Desperdício zero! Faça pratos deliciosos com casca de banana.

shutterstock_331719362

No Brasil, anualmente, são desperdiçados 41 mil toneladas de alimentos, segundo Viviane Romeiro, coordenadora de Mudanças Climáticas do World Resources Institute (WRI) Brasil, uma instituição de pesquisa internacional. Esse dado coloca o Brasil entre os dez países que mais perdem e desperdiçam alimentos no mundo! De acordo com o IBGE mais de 7 milhões de brasileiros passaram fome em 2013. Segundo o documento, no ano passado a insegurança alimentar grave atingia 3,2% (2,1 milhões) dos domicílios, com 7,2 milhões de habitantes, 3,6% do total.

Muitas pessoas acreditam que precisamos de grandes ações para mudar o quadro de desperdício no mundo, mas na verdade algumas atitudes bem simples já podem impactar de uma maneira positiva. Com práticas simples você pode economizar no orçamento familiar, aproveitar mais os recursos naturais e preservar o planeta. Um exemplo disso é usar os alimentos até o final. Como? Reutilizando aquelas sobras que irão parar no lixo como alimento. Cascas, talos e restos podem virar pratos saborosos, nutritivos e ainda evitar o desperdício.

A banana, por exemplo, é uma fruta completa, cheia de vitaminas e nutrientes, inclusive a sua casca, que concentra uma boa quantidade de fibras. Dificilmente as pessoas consomem a casca dos alimentos, desprezando-a e jogando no lixo, mas a casca de banana pode servir de base para diversas receitas. Que ver só?

Torta com casca de banana

Ingredientes:

– 12 colheres de sopa de farinha de trigo;

– 10 colheres de sopa de açúcar demerara;

– 1 colher de sopa de fermento em pó;

– 6 cascas de banana picada;

– 4 ovos batidos.

Modo de preparo:

Misture a farinha, açúcar e fermento em uma tigela, então incorpore a margarina. Separe metade dessa massa e disponha em um refratário, em seguida a casca de banana cortada e por cima o restante da massa. Bata os ovos e adicione por cima da torta. Leve para assar em forno previamente aquecido em temperatura média por 20 minutos. Sirva.


Brigadeiro de casca de banana

Ingredientes:

– 1 lito de água;

– 10 cascas de banana;

– 3 xícaras de farinha de trigo;

– 2 xícaras de chocolate em pó;

– 1 xícara de leite em pó sem açúcar;

– 2 colheres de sopa de manteiga sem sal;

– 5 cravos;

– 2 xícaras de leite desnatado.

Modo de preparo:

Em uma panela adicione as cascas de banana lavadas e bem picadas, a água, açúcar e o cravo para dar sabor. Deixe cozinhar até reduzir a água pela metade e a casca estar macia. Em um liquidificador leve para bater as cascas e acrescente chocolate em pó, leite em pó, farinha e o leite e bata tudo até incorporar. Despeje essa mistura em uma panela e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até começar a soltar do fundo. Pode ser consumido puro ou como recheio de bolos.


Doce de casca de banana

– 6 cascas de banana nanica

– 2 xícaras de açúcar

– 1 xícara de água

– 1 colher (sopa) de suco de limão

– 4 cravos

– 2 pedaços de canela em pau

Modo de preparo:

 Numa panela média, junte as cascas de banana e cubra com água. Leve ao fogo médio e deixe ferver por cinco minutos ou até ficarem macias. Escorra e corte em pedaços. Bata no liquidificador até obter um purê. Ponha novamente na panela e junte os demais ingredientes. Leve ao fogo médio, com a panela semitampada, mexendo às vezes, por 35 minutos ou até a mistura se soltar do fundo. Retire do fogo e deixe esfriar.


“Bife” de casca de banana

Ingredientes:

– 1/2 xícara de farinha de trigo integral;

– 2 cascas de banana-nanica;

– 4 colheres de sopa de amido de milho;

– 1/4 xícara de água;

– 1 xícara de farinha de rosca;

– 1 dente de alho amassado;

– sal a gosto;

– óleo para fritar;

– pitada de páprica.

Modo de preparo

Lave a casca da banana com cuidado com uma escovinha de alimentos, então descasque e corte as pontas. Tempere com alho e sal nas cascas e deixe descansar por meia hora. Depois prepare uma solução com água, amido de milho e páprica e mergulhe a casca nessa mistura, deixe escorrer e já passe na farinha de trigo, então novamente na solução de amido e logo em seguida na farinha de rosca. Repita o processo até terminar as cascas. Leve para fritar em óleo quente. Sirva.


Gostou da sugestões? Faça em casa, experimente e compartilhe a informação com outras pessoas. Vamos mudar galera! Já passou da hora de repensarmos nosso consumo.

 Fontes: Agência Brasil / IstoÉ

10 fatos que você provavelmente não sabe sobre o desperdício de alimentos

 

shutterstock_344303534

1- 1,3 mil milhões de toneladas de alimentos são desperdiçados a cada ano;
2- Isso equivale a US $ 1 trilhão de dólares de alimentos desperdiçados ou perdidos;
3- Se todo esse alimento desperdiçado fosse um país, ele seria o terceiro maior produtor de dióxido de carbono no mundo, depois dos Estados Unidos e da China;
4- Apenas um quarto de toda a comida desperdiçada poderia alimentar os 795 milhões de pessoas subnutridas em todo o mundo;
5- O desperdício de alimentos nos países ricos (222 milhões de toneladas) é aproximadamente equivalente a todos os alimentos produzidos na África Subsaariana (230 milhões de toneladas);
6- 20% dos alimentos que uma família brasileira compra semanalmente são jogados fora, gerando uma perda de 1 bilhão de dólares por ano, o suficiente para alimentar 500 mil famílias;
7- 25 centavos de dólar por dia é o valor médio para alimentar uma criança e mudar a vida dela para sempre;
8- Falta de tecnologia e infra-estrutura é a principal causa do desperdício de alimentos na África, ao contrário de resíduos domiciliar de alimentos no mundo desenvolvido;
9- Os resíduos alimentares só da Europa poderia alimentar 200 milhões de pessoas com fome;
10- O desperdício de alimentos gera 3,3 bilhões de toneladas de dióxido de carbono, o que acelera a mudança climática global.

Animação ácida chama atenção ao consumo desenfreado da humanidade

steve-cutts5

Todos os seres existentes do planeta possuem características específicas que permitem que eles sobrevivam no ambiente e em meio às diversas adversidades. Há animais rápidos, venenosos, fortes, grandes e outras características que se encaixam como pontos fortes na cadeia alimentar e de sobrevivência. Se formos parar para pensar, nós humanos não somos os mais fortes ou mais bem preparados para enfrentar a natureza – mas, por outro lado nós temos um cérebro mais desenvolvido do que os outros animais. Por um lado isso é muito bom, porque graças à nossa inteligência podemos sobreviver com conforto e fazer grandes avanços, mas por outro muitas vezes nos julgamos superiores aos outros seres vivos, dando a nós mesmos o direito de explorar, matar e dominar aquilo que na verdade merecia respeito e cuidado.

“Man” é um curta de 2012 que mostra o que o ser humano está fazendo com as espécies existentes na terra, e como estamos simplesmente focando nossos interesses e comodidade. Apesar da duração de apenas quatro minutos o curta faz sátiras bem debochadas, e até fortes, sobre a temática. Dá até vergonha de acompanhar a destruição desenfreada do meio ambiente durante séculos!

“Man” é uma animação muito bem feita, com um roteiro pontual que levanta várias questões e reflexões sobre qual será o futuro da nossa raça se continuarmos assim. Além, de levantar reflexões sobre o respeito com outros seres com quem também compartilharmos nosso planeta.

Vale à pena assistir!

Aprenda a fazer arranjos florais criativos reaproveitando materiais reciclados

Os arranjos florais são uma ótima opção para quem gosta de criar decorações usando flores e folhagens para deixar os ambientes ainda mais bonitos. Uma maneira criativa, barata e sustentável é reutilizar alguns objetos que iriam parar no lixo para compor a decoração. Veja só essas opções:

Leia também:

Ideias para decorar sua casa com materiais reaproveitados 

Profissões para quem gosta de sustentabilidade

Conheça o Unasp Campus Virtual 

1 – Latas

Uma maneira econômica de montar os arranjos florais é usar latas como vasos. Pode ser qualquer tipo de lata, de leite em pó, de molho de tomate, pêssego em calda e outros produtos enlatados. Para customizar as latas você pode simplesmente retirar o rótulo para ter efeito bem simples e bonito na ornamentação. Outra opção é pintar as latas com tinta acrílica e usar fitas, ou cordões, para finalizar com um laço.

unasparranjos1Imagens via: 1. Casa e Jardim / 2. apezinho.com / 3. You and Your Wedding 

2- Vidros

Reutilize os vidros vazios de remédios, azeite, sucos, perfumes e leite de coco para fazer arranjos! O resultado são ornamentos singelos e cheios de personalidade. Ideal para decorar o centro das mesas, o segredo está na mistura dos formatos e tamanhos dos vidros. Use a mesma base de flores e folhagens intercalando em diferentes tamanhos e cores de vidros. Outra maneira criativa de reutilizar os vidros é pintá-los com tinta acrílica.

arranjosunasp2Imagens via: 1. Pinterest / 2. Pinterest

7bb881b50a15fbed480b02690d00d3a9

3- Caixas de madeira

Utilizar caixotes de madeira é uma opção mais rústica, mas não menos bonita. Nesse caso o ideal é usar um vidro menor dentro com água ou um refratário com a espuma para apoiar as flores e folhagens. Se você quiser que a caixa dure mais tempo não esqueça de passar uma mão de verniz.

arranjounasp4Imagens via: 1. Pinterest / 2. Pinterest / 3.  frostedpetticoatblog.com

4 – Xícaras

As xícaras são muito delicadas e ficam lindas na hora de montar arranjos. A ideia é usar flores mais miudinhas em xícaras pequenas para não ficar exagerado. Na hora de montar o arranho use espuma para dar mais firmeza aos talos curtos.

arranjosunasp3Imagens via: 1. Pinterest / 2. Pinterest

Quer aprender mais técnicas para montar arranjos florais? O Unasp Campus Virtual oferece um curso completo estruturado em unidades de estudo disponíveis em um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). No AVA, o aluno matriculado tem acesso a conteúdos digitais, videoaulas inéditas, atividades online, além de um mapa do curso que ajuda o aluno a organizar seus estudos. O curso conta também com um tutor online que fica disponível para sanar dúvidas, orientar a realização de atividades, compartilhar materiais, entre outras atividades. O cursista pode ainda interagir com outros participantes.Ao final do curso, cumpridas as atividades previstas, é emitido o certificado de conclusão conferido pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP) – Campus Virtual.

Assista o vídeo abaixo para saber mais sobre o curso e clique aqui para começar as aulas hoje mesmo!

Alimento – ecoUNASP

 

 

 

banner comprido-eco

Quanto você gasta no banho? Quanto alimento sobre no seu prato? Você apaga a luz de um ambiente quando necessário? Separa o lixo? Cuida com carinho do seu animal de estimação? O ECOUNASP ajuda a lembrar todos os dias a importância de melhorar o relacionamento com o meio ambiente.

O Unasp quer estimular você a mudar de postura, eliminar o desperdício e minimizar o impacto no planeta. Afinal de contas, os recursos naturais à nossa disposição são limitados e deles dependemos para viver.

O objetivo é conscientizar o maior número de pessoas o possível quanto aos benefícios de se manter uma boa relação com o meio ambiente, por meio de pequenas ações praticadas no dia a dia. E hoje o ECOUNASP dará dicas para não desperdiçar alimento.

É muito importante refletir sobre nossos hábitos à mesa para percebermos que é possível eliminar desperdícios, contribuir com a economia e com o meio ambiente. Comer deve ser um ato consciente e responsável. É importante cuidar dos recursos naturais, pois dinheiro não é coisa que se come.

Dicas

Cuidado com a mania dos olhos maiores que o estômago: pratique o hábito de colocar no prato apenas  que irá comer. 

1alimento-01

 

Lista de mercado: Faça uma lista do que falta para consumo na sua casa. Essa prática simples contribui para a redução de resíduos de alimentos além de diminuir gastos desnecessários.

2alimento-02

Potes transparentes: Guarde as sobras de alimentos em potes transparentes. Dessa forma fica mais fácil lembrar do que foi guardado antes que se estrague.

3alimento-03

 

 

5 Documentários sobre sustentabilidade e meio ambiente que você precisa assistir!

ecounasp2

1- Home – Nosso Planeta, Nossa Casa

Home – Nosso Planeta, Nossa Casa é um documentário com uma proposta diferente, que registra uma viagem única pelo planeta Terra. Filmado inteiramente do ponto de vista de cima, pelo consagrado fotógrafo Yann Arthus-Bertrand, HOME busca sensibilizar, educar e conscientizar as pessoas de todo o mundo sobre a fragilidade de nosso lar, ao demonstrar que tudo que é vivo e belo sobre nosso planeta está interligado.

2- A Enseada

Nos anos 60, Richard O’Barry era a maior autoridade mundial no treino de golfinhos, trabalhando no cenário da popular série de televisão Flipper. Diariamente, O’Barry mantinha os golfinhos trabalhando para manter o público entretido. Mas com o tempo ele sentiu-se responsável pelo cativeiro desses animais e decidiu mostrar algumas realidades para o mundo. The Cove, ou A Enseada, mostra a incrível história de ativistas, cineastas e mergulhadores que embarcaram na missão de mostrar ao mundo uma terrível e negra realidade do comércio de carne de golfinho no Japão.

3- Alimentos S.A

O documentário Food Inc, Alimentos S.A,  apresenta a realidade por trás das indústrias de alimentos, que dificultam ao máximo que os consumidores saibam a verdadeira origem do que estão comprando ou ingerindo. A realidade que a indústria pretende esconder a todo custo é baseada em um cenário perverso: uma vida de sofrimento, tortura e confinamento de animais que são explorados para o consumo humano.

4- Flow – Pelo Amor à Água

Premiado, esse documentário fala sobre a crise da água, um problema real e que afeta uma grande parte da população. Outro ponto importante é o fato de o documentário propor soluções para o problema.

 

5- A Última Hora

A última Hora é um documentário que se dedica a ouvir a opinião de especialistas a respeito de uma série de questões relacionadas ao meio ambiente que devem ser discutidas. O documentário tenta ajudar a entender o que está acontecendo com o planeta, qual é a necessidade real da sustentabilidade e quais as consequências para o planeta caso os recursos da Terra não sejam explorados de forma renovável. Para embasar essa reflexão, são mostradas entrevistas com, aproximadamente, 50 estudiosos da área.

 

 

Fontes: Cinema10, GGN 

#ZikaZero: Um guia para eliminar e prevenir o foco-criadouro do mosquito

Campanha zika-01

O Brasil está enfrentando uma grave emergência de saúde pública, por causa do aumento da proliferação do mosquito Aedes aegypti e de suas consequências como: a Dengue, a Febre Chikungunya e a transmissão do vírus Zika. Essa última está relacionada a casos de microcefalia, que gera um comprometimento muito grave no sistema nervoso central, impondo condição de de ciência cerebral profunda e permanente nos bebês das mulheres grávidas que contraírem o vírus Zika.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem uma previsão inicial de 4,0 milhões de pessoas, sendo 1,5 milhão delas no Brasil, que poderão ser afetadas pelos riscos dessa epidemia. O mosquito já está presente em mais de cem países de clima tropical e já há con rmação de vírus Zika em 23 deles. O único instrumento, neste momento, para impedir a proliferação do mosquito é a prevenção. O método mais e eficaz é impedir a reprodução do Aedes aegypti, atuando sobre o foco-criadouro do mosquito.

Confira essas dicas para eliminar e prevenir o foco-criadouro do mosquito:

1- Lave semanalmente por dentro com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água.

2- Mantenha bem tampados tonéis e barris de água.

3- Mantenha a caixa-d’água bem fechada. Coloque também uma tela no ladrão da caixa-d’água.

4- Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.

5- Não deixe água acumulada sobre a laje.

6- Encha os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda.

7- Outra opção para os pratinhos de plantas é lavar uma vez por semana.

8- Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e lave-os com escova, água e sabão uma vez por semana.

9- Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada.

10- Feche bem os sacos de lixo e deixe-os fora do alcance de animais.

11- Mantenha as garrafas com a boca virada para baixo, evitando o acúmulo de água.

12- Pneus devem ser acondicionados em locais cobertos.

13- Faça sempre a manutenção de piscinas ou fontes utilizando os produtos químicos apropriados.

14- Se o ralo não for de abrir e fechar, coloque uma tela fina para impedir o acesso do mosquito à água.

15- Coloque areia dentro de todos os cacos que possam acumular água.

16- Não deixe água acumulada em folhas secas e tampas de garrafas.

17- Os vasos sanitários fora de uso ou de uso eventual devem ser tampados e verificados semanalmente.

18- Lonas usadas para cobrir objetos ou entulhos devem ser bem esticadas para evitar poças-d’água.

Para mais informações acesse o site do Ministério da Saúde 😉

Documentário: A História das Coisas

Story-Of-Stuff-Book-Adds-To-The-Vision-Of-Decreased-Consumption

“A história das coisas” (The Story of Stuff), é um documentário de apenas 20 minutos que fala sobre o consumo exagerado de bens materiais, e o impacto negativo que esse consumo causa no meio ambiente. Apresentando Annie Leonard, The Story of Stuff mostra de uma maneira didática e clara  todo o processo que vai desde a extração da matéria, confecção do produto, venda, compra e falsa ideia de necessidade, até o momento de descarte e poluição. Colocando em debate o mal que esses resíduos tóxicos causam não só ao meio ambiente, mas também à saúde da população em geral. Com uma boa dose de humor o documentário questiona os nossos valores, os padrões sociais de consumo impostos pela mídia e grandes empresas. Levando-nos a questionar sobre nossos costumes e a maneira como consumimos e encaramos a preservação do nosso planeta. Qual é o nosso papel na terra, o que estamos fazendo para melhorar? Veja o documentário abaixo e repense seus valores!

Documentário dublado

Documentário legendado

ÁGUA – ecoUNASP

Quanto você gasta no banho? Quanto alimento sobre no seu prato? Você apaga a luz de um ambiente quando necessário? Separa o lixo? Cuida com carinho do seu animal de estimação? O ECOUNASP ajuda a lembrar todos os dias a importância de melhorar o relacionamento com o meio ambiente.

O UNASP quer estimular você a mudar de postura, eliminar o desperdício e minimizar o impacto no planeta. Afinal de contas, os recursos naturais à nossa disposição são limitados e deles dependemos para viver.

O objetivo é conscientizar o maior número de pessoas o possível quanto aos benefícios de se manter uma boa relação com o meio ambiente por meio de pequenas ações praticadas no dia a dia. E hoje o ECOUNASP dará dicas para economizar água.

Dicas

No banho: O banho sempre deverá ser rápido. Oito minutos são o suficiente, basta saber administrar corretamente o tempo. Fazer intervalos desligando o chuveiro para ensaboar o corpo e a cabeça, podem até reduzir esse tempo. Essa simples atitude pode evitar o desperdício de até 90 litros de água.

ecounasp agua 1

Ao escovar os dentes: Mantenha a torneira fechada durante a escovação e utilize um pequeno copo d`água para enxaguar a boca.

ecounasp agua 2

Na cozinha: Ao lavar a louça, retire o excesso de sujeira dos pratos e panelas, passe a esponja e detergente em toda a louça acumulada e só então abra a torneira para enxaguar. A média de gastos ao lavar a louça com a torneira aberta em um período de 15 minutos, ultrapassa os 100 litros d´água. Se a louça for lavada da maneira aconselhada, o gasto cai para 20 litros.

Ao lavar a calçada e o carro: Criar o costume de utilizar apenas a vassoura ou reaproveitar a água da máquina de lavar roupas para a limpar a calçada. Para lavar o carro, um balde pode ser utilizado na hora de enxagua-lo.

Na descarga: Verifique se a válvula não está com defeito, aperte-a uma única vez e evite jogar lixo e restos de comida no vaso sanitário. Em muitos casos de racionamento, um balde pode ser colocado dentro da pia do próprio banheiro e a cada lavada de mãos o recipiente irá enchendo. Quando estiver totalmente cheio, pode ser usado para substituir a água da descarga.

ecounasp agua 3

Dica extra

Aproveitar a chuva: Este é um investimento um pouco caro mas que vale a pena. Armazenar a água da chuva é muito fácil, basta ter os equipamentos adequados. Por exemplo: comprar uma bombona (cisterna) com capacidade para 200 litros e criar um sistema que conecte-a com a calha. É uma maneira eficiente de captação e armazenamento. Essa água pode ser utilizada para suprir diversas necessidades, como lavar a calçada, lavar o carro e até na hora de dar a descarga.

Mas não se esqueça de manter o seu sistema de armazenamento fora do alcance da luz solar e deixá-lo muito bem fechado, para evitar a evaporação da água e a proliferação do mosquito da dengue.

ecounasp agua 4

Você sabia?    

De acordo com a apuração feita pelo site Exame.com, no ano de 2013 o governo federal investiu 18,4 bilhões de reais no tratamento de água e esgoto. Ainda segundo o site, se as perdas de água tratada fossem reduzidas pela metade, o país lucraria mais de 35 bilhões de reais, o que seria o dobro do valor destinado para o setor.

As principais causas dessa perda foram vazamentos e instalações irregulares no sistema, o famoso “gato”, resultando em exatos 36,95% de água tratada perdida. Nas lista de estados mais prejudicados com a perda d`água, Acre, Sergipe e Roraima aparecem entre 55 à 60%, aproximadamente, liderados pelo Amapá, que registrou mais de 76% de perda.

Mesmo com os problemas estruturais do Brasil nesse setor, a população deve aderir as iniciativas de economia de água e o ECOUNASP apoia essa causa.

Ideias para decorar sua casa com materiais reaproveitados

Já parou para pensar na quantidade de lixo que produzimos sem necessidade alguma? Analisa. Muito daquilo que jogamos fora poderia ser reutilizado de outra maneira menos agressiva em relação ao meio ambiente. Quer ver só? Garimpamos algumas ideias práticas para você deixar sua casa mais bonita, e o mais legal de tudo, reciclando aquilo que ia poluir ainda mais o planeta!

1-) Organizador de talheres feito com latas (aprenda a fazer clicando aqui)

organizador de talheres

2-) Vaso de Gatinho feito com garrafa plástica (aprenda a fazer clicando aqui)

vaso_gatinho

 

3-) Sapateira feita com caixote (aprenda a fazer clicando aqui)

sapateira de caixotes

4-) Mosaico feito de garrafas (aprenda a fazer clicando aqui)

mosaico de garrafa5-) Mesinha feita com pneu 

mesinha de pneu

 

6-) Armário feito com caixotes de madeira (aprenda a fazer clicando aqui)

prateleira

Você pode encontrar muitas ideias no Pinterest, e aproveitar para mudar algumas coisas de lugar e velhos costumes também! Da próxima vez que for jogar algo fora pense duas vezes 😉

Banner rotativo