7 livros para continuar viajando, mesmo depois das férias.

livrounasp

As férias acabaram e está na hora de voltar à rotina de estudos e trabalhos. Por um lado isso é positivo se pararmos para pensar em quantas coisas novas vamos aprender, desafios para superar e metas que vamos buscar atingir para chegar mais perto dos nossos objetivos e sonhos. Por outro lado, sempre vamos ter aquela saudades das férias, das viagens e momentos de aventuras. Mas não se desanime, apesar de a realidade chamar ainda é possível continuar viajando, mesmo com a correria do cotidiano.

Há quem diga que os livros são uma passagem para diversos universos. Que é possível viajar para muitos lugares através das páginas de um livro, e nós concordamos com isso. Os livros possuem essa característica de levar os leitores para lugares diferentes sem a necessidade de fazer as malas. Principalmente se os títulos em questão possuem temas de viagens. Além de entreter, eles ensinam muitas lições e inspiram mudanças na nossa vida.

Então já sabe, quando bater aquela vontade de viajar e não for possível largar os compromissos há uma solução razoavelmente simples. E para ajudar na escolha fizemos uma lista com sete livros que falam sobre viagens e aventuras. É só escolher um título e boa viagem! 🙂

1. Aventura Missionária 

livro1

Um ideal missionário pode custar uma vida, mas vale uma eternidade. Com este lema em mente, Davi e Ângela Tavares trabalharam durante oito anos na Amazônia e depois em diversas partes do Brasil. Então partiram para a África em busca de seu grande sonho missionário. No continente africano viveram incríveis aventuras. Eles descrevem suas experiências e as intervenções de Deus em seu favor, abrindo portas para que muitas pessoas aceitassem o evangelho. Viaje com os autores nessa aventura.

Autores: Davi Tavares, Ângela Tavares

Editora: CPB

2. 1.000 Lugares para Conhecer Antes de Morrer

2

Seja você é um viajante inveterado ou alguém que simplesmente adora ler sobre lugares e culturas diferentes, vai se deliciar com esta extraordinária seleção do que existe de melhor para ser visto e apreciado nos cinco continentes – de belezas naturais a maravilhas criadas pelo homem. Entre as opções selecionadas pelo olhar perspicaz de Patricia Schultz para atender a todos os gostos e bolsos estão reservas ecológicas, ruínas sagradas, resorts, restaurantes, vilarejos esquecidos pelo tempo, museus, teatros, catedrais, fiordes, cavernas, cruzeiros, safáris, trilhas, passeios de balão e ilhas fantásticas. Ao fim de cada texto, este guia lhe diz como chegar lá, fornece telefones, sites, e-mails, indica a melhor época para o passeio e lista preços aproximados no Brasil e no exterior. Caso ainda não saiba para onde ir, saboreie os textos leves e bem-humorados da autora sobre o que há de especial em cada uma dessas maravilhas – com toda a certeza, descobrirá o lugar perfeito para ir na sua próxima viagem.

 Autora: Patricia Schulz

Editora: Sextante 

3. O Segredo que as Cavernas Escondiam 

4

O feriado prolongado num lugar cheio de aventuras e atividades radicais era o cenário perfeito para que uma interessante história se desenvolvesse, e o que parecia apenas mais um passeio entre duas famílias de amigos foi, na verdade, um encontro planejado por Deus para ensinar valiosas lições. Enquanto dois adolescentes se divertem fazendo trilhas, tomando banho de cachoeira e explorando cavernas, descobrem a importância do testemunho e da coerência entre o que se diz e o que se faz. Isso fica bem claro quando Bety, a simpática e sorridente guia, se junta ao grupo. Que segredo as cavernas vão revelar? Este livro é baseado numa história real e tem como propósito mostrar que ser diferente é um privilégio e não um problema.

Autora: Neila D. Oliveira

Editora: CPB

4. No Ar Rarefeito

5

Contratado por uma revista para escrever sobre a crescente comercialização da escalada do monte Everest, Jon Krakauer participou de uma expedição guiada ao topo do mundo. Em 10 de maio de 1996, atingiu com muito custo os 8848 metros de altitude. Enquanto descia ao acampamento, nove alpinistas morreram, e até o final daquele mês outros três não resistiriam à empreitada. Muito abalado pela tragédia e obcecado em rever o evento em detalhes, Krakauer escreveu este depoimento tocante sobre o sentido da vida e o poder dos sonhos.

Autor: Jon Krakauer

Editora: Companhia das Letras 

5. As Mais Belas Trilhas do Mundo

imagem.aspx

Guiado pelos passos do sueco Claes Grundsten, especialista em trekking e premiado fotógrafo de natureza, o leitor será levado a mais de 50 trilhas em 30 países espalhados pelos quatro cantos do globo. O autor faz relatos pessoais e evocativos sobre arranha-céus naturais e outros rincões da Terra. O livro traz ainda informações sobre roupas, equipamentos, acomodação, entre outras, além de um guia prático para cada rota. Pouca bagagem e muita disposição é o que basta para dar o primeiro passo em direção a essa incrível jornada.

Autor: Claes Grundsten 

Editora: PubliFolha

6. A Volta ao Mundo em 80 Dias

7

Um grande clássico da literatura mundial essa obra narra a história de Phileas Fogg, que decide dar a volta ao mundo em oitenta dias, no ano de 1872, pelo suposto motivo de uma aposta selada com alta quantia de dinheiro. Ao colocar o pé no mundo, Fogg encara diversas aventuras típicas da imaginação sinistra de Verne. Oceanos, navios a vapor, estradas de trens, selvas e até viagem sobre elefantes compõe essa jornada.

Autor: Julio Verne

Editora: Martin Claret

7. Àfrica – Lembranças de uma Missão 

8

De forma divertida e cativante, Bob Prouty descreve alguns dos episódios que ocorreram durante os seis anos em que ele e sua família estiveram na África como missionários na área educacional. Aqui você vai encontrar histórias que o farão rir e também se emocionar. E vai compreender por que Bob e sua família guardaram lembranças tão maravilhosas de uma missão quando precisaram retornar para a América do Norte. Não fique curioso… Comece logo a leitura!

Autor: Bob Prouty

Editora: CPB

10 Sites que vão te ajudar a economizar na hora de viajar.

travelunasp

Na hora de viajar qualquer economia é bem-vinda. Para facilitar no planejamento e orçamento da sua viagem há diversas plataformas online que comparam preços de passagens aéreas, hotéis, aluguel de carro em diversos destinos ao redor do mundo. Também existem outras que são especializadas em promoções e sites voltados para a economia colaborativa, ou seja, que oferecem maneiras alternativas para hospedagem, transporte e alimentação. São várias opções!

Veja só alguns sites que podem te ajudar a tirar uma viagem do papel e coloca-la em prática de uma maneira bem mais barata.

1- Melhorcâmbio.com 

Se a viagem for internacional você vai precisar lidar com o câmbio. O que não é uma tarefa muito fácil. O site Melhor Câmbio faz a cotação da moeda e compara as cotações cobradas em diversas casas de câmbio em cidades do Brasil. Você pode escolher o melhor valor e ainda por cima negociar com as casa de câmbio de forma online. Tudo para garantir o melhor valor na hora da troca.

viagem 1

2- Dinner

O Dinner é uma plataforma que conecta pessoas que amam novas experiências gastronômicas com anfitriões que oferecem almoços e jantares exclusivos em suas casas em todo o Brasil, e no mundo. São várias ofertas! Você pode escolher por valor ou jantares temáticos.

viagem 2

3- Fareness

Procurando por uma passagem barata? O site Fareness pode ajudar, basta incluir o aeroporto de partida e verificar para qual destino as passagens estão mais baratas. A versão do site é apenas em inglês, mas ele permite pesquisas feitas a partir de aeroportos brasileiros.

viagem 3

4- Cheapoair

É um site que gera códigos promocionais que permite obter descontos no processo de compra da passagem aérea.

viagem 4

5- Car Rentals

Esse site permite a comparação de preços cobrados por diversas locadoras de veículos em diversos destinos.

viagem 5

6- Bed and Breakfast

É um site que reúne diversas opções de hospedagem só que ao invés de hotéis os quartos são alugados em casas. Os chamados “cama e café” são uma alternativa mais em conta e geralmente são quartos localizados em imóveis particulares. O que acha de compartilhar a estadia com os moradores locais?

viagem 6

7- Couchsurfing

Melhor que pagar pouco pela hospedagem, é pagar nada! No Couchsurfing anfitriões de diversas parte do mundo oferecem hospedagem em suas casas para viajantes se hospedarem de forma gratuita. Para garantir a segurança dos usuários, o site garante monitora as avaliações feitas pelos viajantes e disponibiliza o feedback pelo site.

viagem 7

8- Quanto Custa Viajar 

O site mostra o custo diário, em média, de viagens para alguns dos principais destinos turísticos do mundo. O cálculo inclui o transporte, alimentação, hospedagem, passagem aérea, etc. Essa é uma boa maneira de ter uma noção de quais serão os gastos em cada destino.

viagem 8

9- Bla Bla Car

Que tal dividir os custos de uma viagem de carro? O Bla Bla Car permite que os usuários encontrem assentos vazios em carros. Em troca da carona, o motorista pede um valor de participação nos custos da viagem aos passageiros. O site garante que valores abusivos com tentativa de obter lucros são proibidos e vedados.

viagem 9

10- Skyscanner 

O Skyscanner é um comparador de preços de passagens aéreas e permite que você se cadastre para receber alertas de promoções e preços mais baixos. Além de outras funções como um calendário que mostra em quais dias as passagens estão mais baratas.

viagem 10

 

Você também pode gostar desses outros posts:

– Viajando sem gastar muito.

– Filmes para os mochileiros de plantão.

– Viaje de graça. É isso mesmo que você leu, sem gastar nada!

Já pensou em fazer um intercâmbio? Nós temos 10 dicas para você fazer as malas e viver essa experiência.

shutterstock_126738602-Travel

Mais do que uma simples viagem de turismo, o intercâmbio promove uma experiência completa de imersão cultural. Agregando novos valores, instigando-nos a conhecer o mundo e observar as pessoas e seus costumes através de um novo prisma. Hoje em dia esse tipo de experiência é muito valorizado pelo mercado de trabalho e pelas instituições de ensino. Quem opta por um intercâmbio ganha tanto no âmbito profissional, acadêmico, e principalmente no pessoal. A experiência de viver em outro país proporciona ao profissional conhecer novos hábitos, adaptar-se com as diferenças, e isso abre uma nova perspectiva e bagagem cultural. Esse é um dos motivos para que os departamentos de Recursos Humanos de diversas empresas fiquem de olho em profissionais que já passaram por experiências de intercâmbio.

Mas vale lembrar que um programa de intercâmbio não é passar por um país apenas a passeio. O diferencial do intercâmbio é a opção de estudar e/ou trabalhar no país que você escolheu, com o propósito de permanecer mais tempo nele, e como resultado ter uma troca de experiências culturais, acadêmicas, comerciais, aprender uma nova língua, e claro, se divertir também.

Você tem vontade de fazer um intercâmbio? Nós temos algumas dicas para você tirar seus planos do papel.

1. Converse com a sua família

Antes de escolher um programa de intercâmbio converse com seus pais, ou pessoas próximas e responsáveis pelo seu bem estar. É muito importante o apoio da família antes de iniciar um intercâmbio. É um passo importante e você precisa estar consciente das suas escolhas e as consequências. Ter apoio nesse momento é muito importante.

2. Faça pesquisas e converse com amigos que já fizeram um intercâmbio

O planejamento de uma viagem desse tipo demanda tempo e paciência. Não pense que é rápido optar por um país ou conseguir um trabalho ou estudos. Por isso vá com calma. Analise agências, pacotes e bolsas de estudo, que ofereçam a opção de intercâmbio. Pesquise sobre o país que você quer morar, saiba como é a moeda, o estilo de vida, a disponibilidade de trabalhos e estudos. Ah, e um dos pontos mais importantes; converse com pessoas que já passaram por essa experiência, elas podem te dar dicas preciosas. Existem muitos fóruns e grupos no Facebook, por exemplo, de pessoas que já fizeram ou estão querendo fazer um intercâmbio. Divida experiências.

3.  Garanta uma acomodação

Não chegue em um país sem ter para onde ir. Há algumas opções para os estudantes interessados como casa de família, residência estudantil, repúblicas, ou apartamentos compartilhados. Escolha o que tem mais a ver com você, mas não arrisque chegar em um país sem acomodação. A ideia de procurar um lugar para morar quando você já estiver no país não é muito boa. O site Mundo Educação comentou sobre algumas opções. “Em pacotes fechados de empresas particulares, você encontra a opção de morar com uma família no outro país. Essa é a alternativa mais barata, que o ajudará a praticar o idioma e conhecer melhor a cultura.  Os alojamentos são moradias divididas por vários estudantes de vários países e cursos diferentes. São, muitas vezes, fornecidos pelas próprias universidades onde os estudantes estão fazendo intercâmbio e, por isso, ficam próximos a elas (para que o aluno não tenha de gastar com transporte). Para os high schools, há a alternativa de estudar em colégios internatos (existentes em países como EUA, Inglaterra e Suíça). Eles são mais seguros e mais rígidos com os horários e os estudos para os jovens estudantes.  Quem tem mais condição financeira pode alugar um imóvel (e até mesmo dividi-lo com alguém), mas essa alternativa gera despesas com mobília e os impostos (água, luz, telefone, aluguel, etc.)”.

4. Conheça a política do país

É muito importante saber sobre os procedimentos, documentação e prazos para solicitar o visto no consulado para entrar no país escolhido. Além disso, você também precisa estar ciente das políticas para vistos de estudante, quais são seus direitos e compromissos em relação ao país.

5. Tenha um seguro

Seguro de viagem internacional é essencial. Afinal, nunca se sabe. Muitas vezes essa é uma exigência do próprio país de destino como na Europa, por exemplo, ou da escola estrangeira.

6. Providencie seus documentos

Dependendo do país e do programa que você escolheu, diferentes documentos são necessários. Essa é uma lista dos mais comuns:

Passaporte

  • Principal documento do viajante
  • Precisa estar em boas condições
  • Verifique data de validade

Outros documentos

  • Carteira de identidade
  • Carteira de trabalho
  • Comprovante de residência no Brasil
  • Certificado de estudo ou diploma
  • Documentos específicos exigidos pela agência de intercâmbio ou pelos consulados

 

7. Tenha contatos

Situações inusitadas sempre acontecem quando você está em outro país. Por isso, é muito importante ter telefones e contatos de pessoas que podem te ajudar em uma hora de necessidade. Por exemplo; o telefone da universidade, do local de acomodação, do seguro de saúde, de agência de intercâmbio ou de alguma pessoa que você conheça e que reside no país.

8. Esteja ciente dos seus objetivos

Antes de iniciar todos os processos do intercâmbio saiba exatamente o que você está fazendo e quais são suas metas para essa viagem. É muito comum com o passar do tempo nos desviarmos dos objetivos, por isso fique atento, você só irá ganhar agindo dessa maneira.

9. Saiba aproveitar cada oportunidade e divirta-se!

Quando você estiver em outro país não se isole. Aproveite as oportunidades para aprender mais. Faça amizades, conheça os costumes, aprenda mais sobre a cultura local, viaje pelo país, descubra novos sabores e paisagens. Aproveite cada minuto da sua estadia para aperfeiçoar-se na língua, para dedicar-se aos estudos e trabalho, mas também não esqueça de se divertir e fazer amizades.

10. Seja resiliente

Ser resiliente é ter a capacidade de enfrentar crises, traumas, perdas, graves adversidades, transformações, rupturas e desafios, elaborando as situações e recuperando-se diante delas. Ao traçar os rumos do seu intercâmbio você precisará lembrar que deixará para trás, por um bom tempo, família, amigos, namorada(o), sua casa, escola, cidade e hábitos. Ao morar em um novo país você estará em contato com uma nova cultura e precisará respeitar e aceitar as diferenças. Passará por problemas, terá que lidar com a solidão e saudades de casa. Por isso, tente tirar o melhor dessa fase e olho tudo por um lado positivo. Dessa maneira você aproveitará o melhor dessa experiência e voltará mais responsável e maduro.

Ficou interessado em fazer um intercâmbio? O UNASP oferece diversos destinos e programas acadêmicos.  Consulte-nos sobre pelo telefone (19) 3858-9316/9013, ou pelo email: institutodelinguas@unasp.edu.br para obter mais informações sobre nossas atividades.

Faça as malas e boa viagem!

 

Viaje de graça. É isso mesmo que você leu, sem gastar nada!

sea-sky-beach-holiday-large

Viajar o mundo sem gastar seu dinheirinho é viável? Sim, de acordo com a Revista Super Interessante, é possível rodar umas boas milhas sem colocar a mão no bolso. Mas fiquem avisados, não tem mamata. Confira as dicas:

1-) De barco

Cruze os mares no barco dos outros (pode ser iate, veleiro ou até cargueiro mesmo). Agências como Work at Sea (www.workatsea.com.br) e Sun& Sea (www.sunsea.com.br), por exemplo, tornam você um tripulante de cruzeiros. Viajem em troca do trabalho. Juntas, as duas oferecem 180 vagas por mês.

2-) De avião

Pegue carona em voos da Força Aérea Brasileira, como os que levam cartas da Aeronáutica. Basta pedir em uma base da FAB (lista em tinyurl.com/basesfab). A vaga surge, em média, em duas semanas – mas você será avisado na última hora e terá 30 minutos para chegar ao avião.

3-) Patrocinado

Você trabalha com uma atividade cultural? O Ministério da Cultura banca a passagem se você tiver cursos ou eventos no exterior ligados à sua profissão (veja em tinyurl.com/mincultura). O governo julga a relevância dos pedidos, por isso torça! E acerte-se com o fisco para poder se candidatar.

4-) Como Escritor

Guias de viagem como o site O Viajante (www.oviajante.com) contratam gente para visitar um país e escrever sobre ele. Há uma peneira – fluentes em dois idiomas passam à frente – e poucas vagas. Em um ano bom, o O Viajante mandou 6 pessoas para o exterior.

5-) De Carro

Esticar o polegar é uma tática velha, mas nem sempre segura. Pratique-a em locais como postos da polícia rodoviária. Ou recorra à internet: em sites como www.caroneiros.com e www.vaipraonde.com.br você acha motoristas dispostos a ajudar os necessitados de transporte.

6-) Com Milhas

Lei da oferta e demanda: em voos muito procurados, há menos lugares para donos de milhas. Dê um empurrão à sorte e garanta um lugar com 6 meses de antecedência. Há milhas mais certeiras: as de ônibus. Em companhias como Itapemirim, não há limite de assentos.

via: Super Interessante

Ministério da Cultura abre inscrições para bolsa de estudos de até um ano no exterior

bolsa de estudosO pessoal da área de humanas já pode comemorar! O Ministério da Cultura abriu 400 vagas para estudantes de diversas áreas como, música, cinema, moda, design, arquitetura, publicidade, gastronomia, literatura e artes visuais, entre outros, estudarem no exterior durante um ano!

Tipo: Bolsas / Auxílios / Alojamento, manutenção, transporte

Local: América / Europa / União Europeia / Comunidade Ibero-Americana

Características: As bolsas são de R$ 4.000.000,00, que além dos custos acadêmicos, também contemplam passagens áreas, deslocamentos e ajuda de custo.

Prazo: 7 de Novembro de 2014.

Impresso: Os interessados podem inscrever-se individualmente ou em grupo. As inscrições serão realizadas exclusivamente por meio do sistema SalicWeb

Gostou? Tem alguma ideia bacana e gostaria de estudar em outro país? Então se inscreva e boa sorte!!

Fonte: Universia 

Viajando sem gastar muito

travelabroad2

Não existe uma fórmula secreta para viajar sem gastar muito, porém, existem certas técnicas que podem ajudar você a economizar na hora de realizar aquela viagem. A sua melhor ferramenta de economia para uma viagem é a pesquisa. É necessário saber, antes de mais nada, o quanto vai gastar num destino muito antes de embarcar, assim, você pode optar pelas opções que são mais em conta. Atualmente, a internet é a maior aliada de quem procura economizar, pois através dela, você pode encontrar tudo sobre todos os destinos online, além de conferir os sites dos principais museus, restaurantes, hotéis e demais atrações turísticas.

Passagens:
Fique de olho nas promoções de passagens aéreas que alguns sites, como Melhores Destinos e Decolar, oferecem ao longo do ano.

Hospedagem:
Para aqueles que não abrem mão do conforto e a privacidade que só uma casa ou apartamento possui, pode optar pelo Airbnb.Airbnb funciona num esquema de aluguel de temporada, ou seja, você pode alugar um apartamento de alguém que esteja viajando, e que tenha um imóvel para alugar. Mas, se você quer reservar um hotel, pode encontrar os melhores preços, em hotéis ao redor do mundo todo, no Booking. Já se você vai viajar com vários amigos, a melhor opção é hospedar em hostel, como o Hostel Bookers ou o Hostel World, e mesmo que você não vá com nenhum grupo, dá para você dividir o quarto com outras pessoas e economizar ainda mais. O Couchsurfing é uma oportunidade de vivenciar uma experiência diferente das dos turistas que procuram hotéis e só conhecem as zonas turísticas das cidades. Basicamente, o Couchsurfing é uma rede social, não muito diferente do Facebook, onde você pode criar uma conta e preenche as informações do seu perfil. Quando você está indo para algum país ou cidade, há um campo de busca, onde você seleciona o destino, quantas pessoas ficarão hospedadas, e aparece uma listagem com os anfitriões disponíveis para hospedá-lo; quanto maior a cidade, maior o número de anfitriões.

Transporte
O Rome2Rio, é um site onde você digita o local onde você está e para onde você quer ir, e ele mostra todos os jeitos possíveis de chegar até lá (carro, avião, ônibus, táxi, barco…), aí você escolhe aquela que for melhor para seu bolso.  O Skyscanner também é uma ótima opção na escolha de passagens mais baratas de um lugar para outro, dentro do país que você estiver.

Localização
E claro, para que você não se perca entre as diversas atividades que irá fazer, é muito importante que tenha em mãos um mapa para se orientar. Hoje em dia as coisas estão muito mais simples graças a internet, então é só você fazer o download do app  City Maps, e pronto. O City Maps é um mapa que funciona offline, ou seja, se você se perdeu em algum ponto do passeio, com ou sem internet você vai poder acessar o City Maps e conseguir se encontrar.

Se depois de todas essas dicas você ainda achar que vai ficar muito caro, confira a história da artista plástica Aline Campbell, que viajou sem um tostão no bolso pela Europa, durante 3 meses. Contamos a história dela aqui no blog. Quem sabe agora você se inspira.

Até mais!

Fonte: Teoria Criativa, Mão de Vaca

Filmes para os mochileiros de plantão!

Férias aí e você sentadão no sofá sonhando com aquela mochilão! Calma nem tudo está perdido! Nós fizemos uma lista de filmes que vão te inspirar a tirar essa ideia do papel, pegar a mochila e desbravar o mundo. Então aproveite todo esse ócio para curtir um cineminha em casa e de quebra pegar uma dicas para a próxima viagem. Aproveite!

1- Na Natureza Selvagem (Into The Wild)

Into the Wild movie poster

Começamos nossa lista com um dos mais inspiradores e aclamados filmes dos aventureiros de plantão. Baseado em uma história real, Na Natureza Selvagem, narra a história de Christopher McCandless, um jovem recém-formado que decidi deixar tudo para trás para viajar pelo Estados Unidos, sem dinheiro, sem recursos, apenas vivendo um dia de cada vez. No meio do caminho ele encontra pessoas especiais, descobre mais sobre si mesmo e tudo que o rodeia, chegando à conclusão que a felicidade só é real quando compartilhada.

2-) The Way: O caminho para Santiago

the-way-movie-poster-2010-1020554773

Outro filme incrível e muito inspirador! Tom é um médico americano que viaja para a França para recuperar o corpo de seu filho, Daniel, morto numa tempestade enquanto fazia o trajeto “El Camino de Santiago”, também conhecido como “O Caminho de Santiago”.Levado por sua profunda tristeza e pelo desejo de compreender melhor seu filho, Tom decide deixar sua vida californiana vazia para trás, e embarca em uma peregrinação histórica, numa combinação de luto e homenagem a Daniel, refazendo a trajetória de seu filho no “Caminho de Santiago”.Durante a peregrinação, Tom encontra pessoas ao redor do mundo (e três em particular), todas sofrendo e à procura de um significado maior em suas vidas.Durante “O Caminho”, Tom descobre o significado de uma das últimas coisas que seu filho lhe disse. Há diferença entre a vida que vivemos e a vida que escolhemos.

 

3-) Diário de Motocicleta

xZGVRF0OMblsGhhk3GUUtLSNmJA

Para os amantes de motos esse filme é um prato cheio! Che Guevara (Gael García Bernal) era um jovem estudante de Medicana que, em 1952, decide viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo de la Serna). A viagem é realizada em uma moto, que acaba quebrando após 8 meses. Eles então passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, sempre conhecendo novos lugares. Um filme de paisagens maravilhosas!

 

4-) Uma Viagem Inesquecível (The Art of Travel)

10947325_800É como dizem, se a vida ter um limão faça dele uma limonada! É exatamente isso que Conner Layne está prestes a fazer. Ao descobrir que sua noiva está tendo um caso com seu melhor amigo, ele decide seguir sozinho em lua de mel. Ao embarcar para a América do Sul, ele começa a conhecer as maravilhas que o lugar tem para oferecer. Torna-se amigo de dois viajantes suecos e acaba tendo todos os seus pertences e dinheiro roubados. Após esta conturbada aventura ele encontra um simpático casal, Darlene e seu marido Christopher, que estão planejando atravessar o Darien Gap, uma faixa de 100 milhas ao longo da selva subdesenvolvidas que separa o Panamá e a Colômbia, em tempo recorde, com um grupo de desorganizados estrangeiros. Conner decide se juntar ao grupo de aventureiros nesta jornada que tem como recompensa a paisagem perigosa e então, começa mais uma aventura, a aventura que realmente ele esperava.

 

Viajando sem dinheiro pela Europa

É possível viajar sem dinheiro? Se sua resposta for não, então você precisa conhecer a história da artista plástica Aline Campbell, de 24 anos.  A brasileira passou  três meses viajando pela Europa (entre Junho a Setembro deste ano), sem nenhum dinheiro no bolso. É difícil de acreditar, mas foi exatamente isso que aconteceu. Além das passagens do Rio até Amsterdam (Holanda) e de Zurique (Suíça) até o Rio, ela não gastou nada, absolutamente NADA. Nem cartão de crédito para eventuais emergências ela levou. Era a primeira vez que estava visitando esses lugares, e na maioria dos países ela não conhecia ninguém. Todo o percurso foi feito na ideia de conhecer novos lugares e compartilhar momentos com desconhecidos.

1240111_645867518771466_1656081493_n

Para se aventurar pela Europa Aline levou apenas uma pequena mochila, com sete peças de roupa, cinco camisas e dois shorts, e durante a viagem ela pegou 54 caronas e dormiu em 38 casas diferentes. Para se hospedar Aline usou o Couchsurfing que é um site que permite oferecer e buscar acomodação gratuita em qualquer parte do mundo em casa de pessoas que moram no lugar.

15970_645270425497842_385959339_nPegando carona para Luzern – Suíça

62466_645658788792339_180243239_nFondue com uma das famílias que ela ficou hospedada em Moosleerau – Suíça

1170854_633201600038058_1549699098_nDando um mergulho em uma das praias de águas cristalinas da Croácia

1151002_627044833987068_1703579685_nEm Paris – França

934685_625653740792844_330624068_nCom uma de suas caronas, indo para Freiburgo – Alemanha

O objetivo dessa viagem eram três: extrair a bondade das pessoas, mostrar ao mundo que seres humanos são generosos por natureza, e demonstrar que certas situações não são tão perigosas quanto pensamos. A viagem recebeu o nome de: Open Doors (Portas Abertas), e tem até uma página no Facebook, onde ela foi postando fotos e contando algumas histórias durante o percurso. Sem roteiro definido, Aline foi surpreendida várias vezes positivamente, como quando queria ir de Budapeste para Viena mas, foi convencida pelo motorista a ir até Eslováquia e ainda ganhou um ingresso para o Cirque du Soleil.

Claro que não precisamos ser tão radicais mas, é sempre bom conhecer histórias de pessoas que visitaram o mundo de forma diferente, e sem precisar gastar muito.

Aline pretende publicar seu diário de viagem mas, enquanto ele não sai, confira o vídeo no qual ela conta um pouco de como foi essa aventura.

“O que torna uma viagem inesquecível são as pessoas que conhecemos, não o hotel de luxo que nós hospedamos, ou os souvenirs que adquirimos. Até porque, no final das contas, tudo isso se perde. Eternas são as memórias, lembranças de bons momentos com pessoas”. – Aline Campbell.

 

Fotos: Acervo Pessoal/ Aline Campbell

A grande viagem para as terras bíblicas

1

Você já sonhou em fazer uma viagem pelas terras bíblicas, e conhecer os lugares por onde Jesus e seus discípulos andaram, viveram e realizaram seus milagres? Pois o UNASP, campus Engenheiro Coelho, através do Instituto de Línguas, pode ajudar esse sonho a se tornar realidade, com a “Grande viagem para as terras bíblicas “. O programa conta como guia o Pastor e Arqueólogo Rodrigo Silva, e tem entre suas paradas Israel, Roma, Jordânia, passando pelo Monte Sião, Mar Morto e muito mais. A saída será dia 14 de Janeiro de 2014, e serão 15 dias recordando intensamente a história e cada detalhe, que claro, você só terá o prazer de conhecer, estando presente.

2

Jerusalém

3

Mar da Galiléia

4

Mar Morto

5

 Tel Aviv

6

Tel Aviv

7

Vaticano – Roma

Para participar é muito simples, você precisa ter somente o passaporte, e se você for menor de 18 anos, precisa apresentar uma autorização dos responsáveis. O valor da inscrição é de R$500,00, mais R$12.014,37 que pode ser dividido em até 12x no cartão de crédito ou R$10.0727,12 à vista. Mais informações sobre valores e roteiro, é só acessar aqui, ou enviar um e-mail para: contato.imersao@unasp.edu.br.

Com certeza que você será muito abençoado através dessa viagem, pois não se trata apenas de um passeio turístico, mas também, uma forma de ampliar seu entendimento da Bíblia, e saber que a palavra de Deus é real.

 

Imagens: Google