É possível aprender habilidades novas enquanto dormimos?

shutterstock_317315999

A ideia de aprender dormindo é bem animadora, não acha? Imagine como seria bom colocar os estudos em dia e ainda aproveitar para tirar uma soneca enquanto todos as informações novas são aprendidas dentro do nosso cérebro. Nada defini melhor a expressão, “unir o útil ao agradável”. Mas nem adianta ir se animando muito com a ideia. A ciência nunca comprovou que é possível aprender habilidades do zero apenas dormindo. Para aprender habilidades novas ainda é preciso estar bem acordado.

Apesar disso, o sono é um componente essencial para o processo de aprendizado. “O período em que adormecemos está longe de ser um momento de silêncio cognitivo, que se presta apenas para relaxamento e descanso cerebral”, explica o neurologista Leando Teles, membro da Academia Brasileira de Neurologia (ABN). Isso que dizer que enquanto dormimos nosso cérebro ainda continua trabalhando.

A mente processa memórias durante o sono e há estágios do ciclo do sono em que certas informações são reforçadas. Quando se trata de aprendizagem e memória há três componentes principais que são ativados em nosso cérebro. A Harvard Medical School detalha-os como aquisição, consolidação e recall. A aquisição ocorre quando somos apresentados a novas informações; a consolidação envolve a estabilização dessa informação, geralmente em memória de longo prazo; e recordar é a capacidade de acessar as informações no futuro. Então, na verdade não estamos aprendendo habilidades novas enquanto dormimos, apesar de haver um processo de consolidação acontecendo durante o sono.

Existem diferentes tipos de memórias que são armazenadas em diferentes estágios do sono. Os três tipos de memórias que consolidamos no sono são as declarativas (informações baseadas em fatos), emocionais e operacionais, que incluem habilidades como aprender a andar de bicicleta ou tocar uma música.

Dormir bem todas as noites é uma maneira de armazenar todos os dados e processos aprendidos durante o dia. No caso dos estudos uma boa prática é sempre repassar a matéria do dia antes de dormir. Um estudo publicado na revista “Current Biology” mostrou que indivíduos estimulados a processar informações simples antes de dormir continuam a fazer a tarefa em andamento no cérebro nas fases iniciais do sono. “Os resultados não oferecem respostas definitivas, entretanto mostram que o cérebro é capaz de continuar processando durante os estágios iniciais do sono informações externas (no caso, palavras ouvidas)”, diz o professor de neurologia Benito Damasceno, da Unicamp. “Mas não demonstraram evidência de aprendizado nas tarefas propostas”, frisa o especialista.

A melhor opção para aprender um conteúdo ou nova habilidade ainda é o velho método, dedicar-se aos estudos e praticar. Manter uma vida equilibrada e saudável também é importante, o que significa que dormir bem faz parte do processo de aprendizado.

 

Fontes: BBC Brasil / UOL / Oxford Journals