Vestibular: Aprenda a ir bem nas questões de múltipla escolha

Fazer provas de múltipla escolha já é rotina para a maioria dos estudantes. Quando chega a hora de uma prova longa e importante como o Enem ou vestibular, munir-se com todas as estratégias é importante para garantir que você consiga aplicar todo o conhecimento acumulado ao longo dos seus estudos.

Leia também:

– Música: Playlists no Spotify que prometem aumentar a sua concentração durante os estudos

– Redação Enem 2016: Baixe apostila grátis

– 5 livros para turbinar seus estudos e acelerar o aprendizado

1 – Use o processo de eliminação
Para aumentar suas chances de acerto, identifique as alternativas que estão erradas com certeza. Se você não conseguir identificá-las pelo conteúdo, procure por palavras extremas como “nunca”, “sempre” ou “apenas” – elas são comumente usadas para distrair o candidato.

2 – Risque as alternativas erradas
Riscar as alternativas erradas ajuda na sua organização e evita que você releia desnecessariamente uma alternativa que está errada. Isso aumenta a sua confiança e diminui as chances de, mais tarde, mudar a alternativa no gabarito e perder uma questão. Para mais segurança ainda, risque o trecho ou palavra que fez com que a alternativa fosse descartada. Assim, você mata a dúvida só de olhar para a questão.

3 – Leia todas as alternativas
A resposta certa pode ser essa que você fica pulando. Muitos estudantes, numa tentativa de ler a prova mais rápido, podem querer ler só algumas alternativas. Essa estratégia não funciona. Leia tudo.

4 – O mais simples costuma ser o certo
Se você ficou em dúvida entre uma alternativa que descreve em minuciosos detalhes a matéria em questão e outra que vai direto ao ponto, a segunda provavelmente está certa. Entre todos os detalhes da primeira alternativa, alguma coisa que você não conseguiu identificar pode estar errada. É melhor investir na alternativa mais simples se você não tem confiança na veracidade das informações das alternativas mais detalhadas.

5 – Lembre-se de que você está procurando a melhor resposta
Não é raro que o Enem e os vestibulares exibam mais de uma alternativa que esteja tecnicamente correta. A pegadinha aí é que uma das alternativas se encaixa melhor com o que foi perguntado do que a outra. O segredo é escolher a resposta correta que se encaixa melhor com o que foi perguntado.

6 – Use o rascunho
Escrever ajuda você a pensar. Anote fórmulas e equações que parecem ser relevantes durante a leitura de enunciados, por exemplo, de matemática. Sublinhe as partes mais importantes do enunciado para achá-las com mais facilidade e tente parafrasear frases confusas. É bem mais fácil organizar seus pensamentos colocando eles para fora da sua cabeça antes.

7 – Não fique preso em uma questão
Com três minutos para cada questão, você não tem tempo a perder. Se você sentir que está levando muito tempo em uma questão, circule o número ou anote em algum lugar e passe para a próxima. No fim da prova confira que questões você deixou para trás e volte para elas. Seu subconsciente é capaz de trabalhar em problemas mesmo quando você não está pensando neles, e isso pode ajudar. Se seu subconsciente não der conta, voltar com uma mente mais limpa pode deixar a questão mais simples do que antes.

8 – Confie nos seus instintos
Revise a sua prova se der tempo, mas não mude alternativas a não ser que você tenha novas informações a partir de outra questão da prova.

 

Fonte: Universia Brasil